sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

[Opinião] "Percepção- uma estranha realidade" de Sara Farinha (Alfarroba)

0



Sinopse:

Joana cedo descobriu que os estados emocionais dos outros toldavam o seu raciocínio e moldavam o seu comportamento.
Em busca duma vida anónima, Joana esconde-se em Londres, procurando ignorar a maldição que a impede de viver uma vida normal. É aí que a sua vida se cruza com a de Mark, um arqueólogo americano que viaja pelo mundo à procura de outros sensitivos como ele. Joana relutantemente aceita a amizade de Mark, acabando por encontrar nele o seu maior aliado na aprendizagem sobre a vivência dum sensitivo.
As capacidades crescentes de Joana atraem as atenções não só de Mark como do Convénio, uma organização ilegal que pretende reunir sobre o seu domínio todos os sensitivos. É apenas quando a sua melhor amiga é posta em perigo, que Joana descobre que a sua maldição pode ser um dom, e que a vida ultrapassa todos os seus receios e expectativas.

Ficha técnica:

Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 220
Editor: Alfarroba
ISBN: 9789898455284

Opinião:

Este livro foi mais um dos que me surpreendeu este ano de 2012. Sara Farinha consegue criar uma harmonia entre a parte do romance e da acção neste livro. A história que acompanhamos é a de Joana, uma pessoa que se isola do mundo devido a ser “Sensitiva”. Mas o que é isto? A autora tenta responder a esta pergunta ao longo de todo o livro. O leitor vai descobrindo a resposta ao mesmo tempo que a personagem o que faz com que fiquemos agarrados.
Joana começa como uma pessoa tímida, bastante fechada, podendo-se considerar até antissocial, tendo apenas Lara como amiga. Vemos o seu desabrochar e crescimento após conhecer Mark. O mistério que envolve Mark e a sua estranha aparição na vida de Joana é um outro ponto alto. Esta personagem actua como professor dela, o seu mentor. Mas quem é que ele é?
O que é o convénio? Será que eles conseguem converter a Joana à sua vontade? Porque é que ela é tão importante?
Todas as personagens foram bem trabalhadas pela autora, mas não foi tudo dito no primeiro livro. Há mais coisas a descobrir e a investigar.
A atracção entre as duas personagens principais está bem descrita, as palavras que Sara utilizou transmitem perfeitamente a intensidade da relação de ambos, não deixando o leitor indiferente. Gostei bastante da linguagem utilizada, e da escrita fluída da autora.
O livro devora-se em poucas horas e quando se acaba deseja-se continuar a história. Espero poder ler em breve a continuação.
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário