sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

[Opinião] livro “Regresso a Angola (Por não ter partido) de António de Janeiro (Edições Vieira da Silva)

0



Sinopse:
Se o tema da guerra colonial lhe diz algo, quer directa quer indirectamente, este livro poderá interessar-lhe. Foi meu objectivo fazer um pequeno trabalho sobre as minhas vivências no período da guerra colonial, procurando reunir alguns factos inéditos e outros que tiveram como consequência a continuação da "guerra" até aos dias de hoje. É meu entendimento que a valia deste meu depoimento (real) é mostrar as mazelas que vivem em muitos que tiveram de passar por cenários de guerra - guerra que continua a matar, pouco a pouco, em tempo de "paz": pelo álcool, tabaco e doenças (algumas ligadas ao stress pós-traumático), sem esquecer as crises de pânico que tanto limitam o dia-a-dia de muitos. Por tudo passei. Gostaria assim que estas vivências pudessem ser dadas a conhecer ao maior número de pessoas, já que considero injusto o esquecimento colectivo de que são vítimas os que lutaram (e continuam a lutar) e os tornam numa classe social "incómoda". Serão para muitos os "coitados da guerra" e para uma maioria em crescendo uns "ilustres desconhecidos".
Ficha Técnica:
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 120
Editor: Edições Vieira da Silva
ISBN: 9789898545930
Coleção: Memórias
Opinião:
Este foi um livro cujo tema me interessou bastante, uma vez que o meu pai esteve em Angola na Guerra Colonial. Um livro de memórias é completamente diferente de um livro ficcional. São pessoas reais que passaram por situações complicadas.
O livro está bastante interessante, para quem gosta do tema. Não é chocante, a escrita do autor e as descrições são bastante interessantes. Acompanhamos alguns momentos marcantes da experiência de guerra do autor.
O texto é acompanhado por fotografias que são lembranças desses tempos, o que nos faz viajar até àqueles lugares e ambientes.
Os efeitos do stress pós-traumático de muitos soldados que voltaram da guerra colonial são contados aqui em primeira pessoa. Cada um que passou pelo mesmo enfrentou-o da sua própria maneira, uns com bebida, outros com acessos de violência e outros ignoraram completamente.
Em suma, um livro sóbrio que nos abre um pouco os olhos acerca da guerra e das suas consequências. 
Reacções:

0 comentários:

Enviar um comentário