domingo, 1 de dezembro de 2013

[Opinião]“Nómada” de Stephenie Meyers (1001 Mundos – Edições ASA)

1


Sinopse:

Melanie Stryder recusa-se a desaparecer.

O nosso Mundo foi invadido por um inimigo invisível. Os Humanos estão a ser transformados em hospedeiros destes invasores, com as suas mentes expurgadas, enquanto o corpo permanece igual e a vida prossegue sem qualquer mudança aparente. A maior parte da Humanidade não consegue resistir.

Quando Melanie, um dos poucos Humanos «indomáveis», é capturada, ela tem a certeza de que chegou o fim. Nómada, a Alma invasora a quem o corpo de Melanie é entregue, foi avisada sobre o desafio de viver no interior de um humano: emoções avassaladoras, excesso de sentidos, recordações demasiado presentes. Mas existe uma dificuldade com que Nómada não conta: o anterior dono do corpo combate a posse da sua mente.

Nómada esquadrinha os pensamentos de Melanie, na esperança de descobrir o paradeiro da resistência humana. Melanie inunda-lhe a mente com visões do homem por quem está apaixonada - Jared, um sobrevivente humano que vive na clandestinidade. Incapaz de se libertar dos desejos do seu corpo, Nómada começa a sentir-se atraída pelo homem que tem por missão delatar. No momento em que um inimigo comum transforma Nómada e Melanie em aliadas involuntárias, as duas lançam-se numa busca perigosa e desconhecida do homem que amam.

Ficha Técnica:

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 840
Editor: Edições Gailivro
ISBN: 9789895575770
Coleção: 1001 Mundos

Opinião:

Este foi um livro que li depois de ter visto o filme, caso raro mas que também acontece. Já li há algum tempo a saga crepúsculo que tornou esta autora famosa mundialmente, e que uma pessoa adora ou detesta.

Em “Nómada”, Stephanie Meyers esc olhou um tema mais relacionado com a ficção científica, criou um mundo em que os seres extraterrestres já tinham conseguido vencer e os seres humanos estavam escondidos e tentavam sobreviver. É neste mundo que chega Nómada. Uma alma com consciência e bastante vivida que acaba por descobrir que Melanie ainda se encontra viva e na sua mente, Nómada acaba por lutar contra a sua própria consciência e tenta compreender os humanos acabando por se ligar com os seres humanos que fazem parte do círculo de Melanie. Nómada afasta-se da sua própria espécie, uma traidora, os sentimentos de Melanie começam a influenciá-la e a mudá-la, e também ela começa a desenvolver os seus sentimentos próprios.

As duas personagens que mais mudaram ao longo do livro foram Ian e Kyle, ambos começam com um ódio enorme por nómada porque não compreendem o que se passa, mas com o evoluir da história começam a compreender e a mudar a sua atitude, um mais depressa do que o outro acabam por conhecer Nómada e compreenderem quem ela é, diferente das outras almas que eles conhecem.

Stephenie apresenta-nos a história do ponto de vista da Nómada com algumas intervenções de Melanie. Acabamos por nos identificar com esta personagem e criar empatia com ela. A linguagem que a autora utiliza é simples e directa indicada para o púbico jovem para quem a história é orientada.


No geral é um livro interessante e que gostei. Quanto ao filme é um pouco diferente do livro e a ordem de certos eventos foi alterada para facilitar o filme e este se tornar mais curto.
Reacções:

1 comentário:

  1. Ois,

    Nunca é a mesma coisa quando vamos ler um livro que já vimos o filme, penso que o contrário sim funciona bem ;)

    Nunca li, mas sei que tem uma legião de admiradores :P

    Bjs e boas leituras :)

    ResponderEliminar